7 de abril de 2018

Núcleo de estudos históricos sobre Leopoldina, na zona da Mata mineira, entre os séculos XIX e XX

Este projeto permanente, desenvolvido com estudantes e professores do Ensino Médio da E. E. Luiz Salgado Lima,  a partir de abril de 2018, visa resgatar a história e a memória da cidade, por meio de pesquisas, levantamento e catalogação de registros históricos, entrevistas, elaboração de acervo digital com documentos e imagens etc.

Mais do que criar um acervo multimídia de documentos históricos, a intenção é analisá-los e compreendê-los à luz da metodologia de pesquisa e do instrumental teórico fornecido pela disciplina História. Trata-se, portanto, também de um projeto de iniciação científica para os jovens, possibilitando-lhes o contato com a pesquisa, com método, como se dá o tratamento das fontes e todo o processo que envolve a  produção historiográfica.

Participam dessa iniciativa, além dos professores de História da escola, os estudantes do Ensino Médio, os quais são orientados nos encontros do Núcleo, realizam leituras, debates e produção escrita sobre história e memória de nossa cidade.


Em nosso primeiro encontro, realizado na escola,  o grupo estava bastante desfalcado, 
apenas a aluna Isabelle Moreira do 2º ano do Ensino Médio compareceu, mas isso não impediu a realização dos trabalhos. Quem se fizer presente vai estudar e irá aprender! Apresentamos o objetivo do projeto e depois estudamos e discutimos trechos do texto Prevenir e curar: o controle social através dos serviços de saúde, publicado pelo economista Paul Singer e outros em 1981.


Principais aspectos debatidos após a leitura do texto:


  • Histórico da institucionalização dos serviços de saúde na Europa;
  • Perseguição aos práticos, herbalistas e curandeiros;
  • Século XVIII: o hospital era o lugar para morrer;
  • Bacteriologia revolucionou a ciência com as descobertas de Pasteur e Koch;
  • Causa das doenças eram os micro-organismos;
  • Hospitais tornaram-se locais de cura e reabilitação;
  • Surgiram métodos de assepsia e o profissional de enfermagem;
  • Europa, século XIX: Operários reivindicam direito à saúde. Surgem as primeiras políticas de seguro e previdência;
  • Brasil (1930): surgem o seguro e previdência só para alguns trabalhadores - domésticos e rurais estavam excluídos. Na década de 1970,  45% da população tinha acesso aos serviços de saúde. Pouco, se comparado aos países industrializados, como Reino Unido e Suécia, onde 100% da população tinha acesso aos serviços de saúde.
O próximo encontro será no dia 18/04/2018, as 14:00 h, na escola. Discutiremos mais sobre a revolução proporcionada sobre a bacteriologia e como se deu as reformas urbanas e sanitárias na Europa. Até lá!
Resultado de imagem para "louis pasteur"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será publicado em breve!